Diocese de Palmas e Francisco Beltrão

Bem Vindos, 12 de Dezembro de 2017

NOTÍCIAS E EVENTOS

► NOTÍCIAS

    06/06/2017, por "Luiz Carlos Bittencourt"

    Pentecostes: Aniversário da Igreja


    Dom Edgar Ertl
     
    Neste domingo, 04 de junho, celebramos com toda a Igreja a solenidade de Pentecostes (50 dias depois da Páscoa), a festa da vinda do divino Espírito Santo, a quem Jesus havia anunciado aos discípulos ao longo das instruções com eles. Garantiu-lhes Jesus que não os deixariam órfãos. Eles receberiam um Defensor, para estar com eles e servir-lhes de apoio no cotidiano da missão. Hoje, nós o invocamos, para que, neste tempo, sejamos as testemunhas qualificadas da fé cristã e do amor incondicional de Deus pela humanidade. Na força e nos dons do Espírito Santo teremos ânimos e seremos fortes diante da missão de sermos as testemunhas do Cristo Ressuscitado.
     
    Jesus advertiu aos apóstolos: não deveriam se afastar de Jerusalém antes que tivessem recebido do alto a força do Espírito Santo (At 1,4.8). A vinda do Espírito Santo sobre os discípulos manifesta a riqueza da vida nova do Ressuscitado, no coração e na atividade dos discípulos; início e expansão da Igreja e princípio de sua fecundidade até os dias atuais. Sem ele não há missão, não há evangelização. Lembremos ainda que desde o nascimento da Igreja, no dia de Pentecostes, é ele quem dá a todos os povos o conhecimento do verdadeiro Deus; e une numa só fé, a diversidade das raças e línguas.
     
    Recordemos o que disse Atenágoras, Patriarca Ortodoxo de Constantinopla: "Sem o Espírito Santo: Deus está longe, O Cristo permanece no passado, o Evangelho é letra morta, a Igreja é uma simples organização, a autoridade é uma dominação, a missão é propaganda, o culto é uma velharia e o agir cristão uma obra de escravos. Mas, no Espírito Santo: O cosmos é enobrecido pela geração do Reino, o homem está em combate contra a carne, o Cristo ressuscitado torna-se presente, o Evangelho se faz poder e vida, a Igreja realiza a comunhão trinitária, a autoridade se transforma em serviço que liberta, a missão é um Pentecostes, a liturgia é memorial e antecipação, o agir humano é deificado".
     
    O Papa Francisco levantou perguntas que levam a questionar o lugar que o Espírito Santo tem em nossa vida, Igreja e em nossa Diocese de Palmas/Beltrão: "Eu sou capaz de ouvi-lo? Eu sou capaz de pedir inspiração antes de tomar uma decisão ou dizer uma palavra ou fazer algo? Ou o meu coração está tranquilo, sem emoções, um coração fixo? Certos corações, se nós fizéssemos um eletrocardiograma espiritual, o resultado seria linear, sem emoções. Também nos Evangelhos há essas pessoas, pensemos nos doutores da lei: acreditavam em Deus, todos sabiam os mandamentos, mas o coração estava fechado, parado, não se deixavam inquietar". Para Francisco "é preciso se interrogar se temos um coração irrequieto porque movido pelo Espírito Santo ou se fazemos somente ‘cálculos com a mente'. Peçamos também nós esta graça de ouvir o que o Espírito diz à nossa Igreja, à nossa comunidade, à nossa paróquia, à nossa família e cada um de nós, a graça de aprender esta linguagem de ouvir o Espírito Santo".
     
    Vem, Espírito Santo! Esta é a nossa oração neste dia de Pentecostes, que é o aniversário da Igreja. Ele é a força de Deus em nós. Ele nos dá coragem, nos fortalece. Nele fazemos o discernimento para as ações do bem, as decisões que devemos tomar e os momentos oportunos para agir. Pedimos com humildade os dons. O dom da Sabedoria para que falemos das coisas do Reino de Jesus de maneira convincente diante dos que se opõe às verdades do Evangelho. Espírito de obediência para fazermos em tudo à vontade do Pai, no seguimento de seu Filho Jesus. Espírito de perseverança que nos motiva a permanecermos firmes no caminho aberto por Jesus Cristo, seguros que eles nos conduzirão ao Pai e perseverantes na comunidade de fé que nos acolheu no dia do batismo e pelo sacramento da crisma nos fez adultos e maduros na fé.
     
    Que o nosso pedido de súplica neste dia seja este: Enviai o vosso Espírito, Senhor, e da terra toda a face renovai. Renova-nos, Senhor, com teu Espírito e com certeza seremos novas criaturas, cristãos ardorosos na proclamação e vivência do Evangelho em nossas vidas. 

© 2010 - Curia Diocesana - Diocese de Palmas/Fco. Beltrão - PR.

Rua Dr. Bernardo Ribeiro Vianna, 903
Sala 214 - Cx. Postal: 50
85555-000 - Palmas - PR
Fone: (46)3263-1134
Fax : (46)3262-1511