Diocese de Palmas e Francisco Beltrão

Bem Vindos, 14 de Agosto de 2018

NOTÍCIAS E EVENTOS

► JORNAL DIOCESANO

    19/12/2017, por "Pascom"

    Dom Carlos no Concílio Vaticano II


    De 11 de outubro de 1962 a 8 de dezembro de 1965, Dom Carlos Eduardo de Sabóia Bandeira de Mello (1º Bispo da Diocese de Palmas) teve a participação ativa nas quatro sessões do Concílio Vaticano II. 
    Relato de Dom Carlos
     
    "Dia 11 de outubro de 1962, começamos o Concílio Ecumênico. Quando passamos o Portone di Bronzo, já havia muitíssimos bispos que tinham entrado na Basílica, apesar da grande volta da Praça. Entraram os bispos todos, depois os Arcebispos, depois de mais algum tempo chegaram os Patriarcas. Com mais vagar de tempo, começaram a entrar os Cardeais e foram ocupar seus lugares especiais, bem em frente, do lado da epístola da Confessio Sancti Petri, em assentos vermelhos. Não demorou muito, começamos a ouvir as aclamações do povo, - era o Papa, que havia aparecido na Praça; as trombetas de prata anunciavam a sua chegada. Entrou na sedia gestatória, com sua corte magnífica. Não tinha trono. Como ele mesmo disse e mandou publicar, ele não queria trono no meio dos bispos, porque queria aparecer no Concílio como Bispo que é, no meio dos seus irmãos.
     
    O papa, João XXIII sabe falar. Não é orador só no sentido comum da palavra. Fala de coração. Fala com convicção e convence. É pai, sente-se no falar dele. Começamos, pois, o concílio. Nós trabalharemos; mas quem fará o final é o Espírito Santo, como sabemos de todos os outros Concílios Ecumênicos anteriores, no dia 13 de outubro 1962 - continuou o Concílio. Hoje é a primeira Congregatio Generalis. Chama-se "Congregatio" a reunião de todos os Padres Conciliares para exame dos estudos feitos sobre vários assuntos, que foram estudados nas comissões preparatórias do Concílio. Serão feitas as propostas, debatidas, discutidas, e cada Bispo apresenta sua opinião provisória. O voto final dos Padres Conciliares será dado nas "Sessiones". É somente nessas Sessões, que falará o Magistério Infalível, ou seja, conforme se exprimiu São Pedro no Concílio de Jerusalém: "Aprouve ao Espírito Santo e a nós...".
     
    "Adeus. Seria muito bom e eu gostaria imensamente se fizesse um resumo para se ler nos domingos. Quero que o povo da diocese de Palmas seja bem informado de tudo.
    A benção, desta Santa cidade de Roma, e saudades para todos".

© 2010 - Curia Diocesana - Diocese de Palmas/Fco. Beltrão - PR.

Rua Dr. Bernardo Ribeiro Vianna, 903
Sala 214 - Cx. Postal: 50
85555-000 - Palmas - PR
Fone: (46)3263-1134
Fax : (46)3262-1511